Compartilhar no Facebook

Compartilhar no Whatsapp




Dicas para fazer o pirão perfeito: a principal base da alimentação tradicional do sul.

História

Famoso no sul, no norte e no nordeste: o pirão encontra fãs e amantes em todos os lugares, especialmente pela sua versatilidade, praticidade e sabor inconfundível. Entretanto, apesar da sua fama em diversos estados, em poucos ele possui tanta importância quanto em Santa Catarina, onde Florianópolis se destaca como a grande capital do Pirão: a receita mais consumida e apreciada da cidade. Este prato tem íntima relação com os indígenas já que foi a partir da mandioca plantada por eles que esta receita ganhou força, especialmente após a criação dos engenhos de farinha: que facilitaram ainda mais o acesso ao ingrediente principal do pirão.

O pirão é um prato clássico do litoral e exatamente por isso os seus acompanhamentos mais famosos são os peixes: de todos os tipos e de todos os sabores, não tem nenhum que não combine com o paladar do pirão, o acompanhante para todas as horas. Com o passar das décadas, o pirão foi sendo utilizado em diferentes pratos até se tornar um acompanhamento indicado para quase toda receita: claro, apenas se estivermos falando da sua versão clássica. Também com o passar do tempo o pirão foi sendo agregado a diversas novas receitas e modos de preparo, dando origem a novos sabores como o pirão de “feijão”, muito conhecido no nordeste do Brasil.

Como poucos pratos, o pirão conquistou todo o Brasil e gerou diversas receitas regionais, especialmente no litoral, onde o prato se tornou o carro chefe não só de restaurantes como também da população em geral: seus ingredientes simples e baratos favoreceram a disseminação da receita e a produção em larga escala deste prato, sempre presente na mesa dos que buscam um acompanhamento cheio de identidade própria para o seu peixe brasileiro.

Está preparado? Prepare sua farinha de mandioca e uma panela bem grande: quando tem pirão na mesa, ninguém consegue comer uma vez só! Faça esta receita para toda a sua família e tenha satisfação garantida, afinal, séculos de tradição existem apenas para os pratos que valem a pena, né?

Dicas

  • Já dizemos no texto, mas não custa nada repetir: aproveite a versatilidade e faça o pirão com os ingredientes que preferir! Se mantendo fiel ao seu ingrediente principal, a farinha de mandioca, todos os aditivos se tornam excelentes complementos para este prato tão popular!
  • Não tem jeito: o maior medo de todos que vão preparar o pirão é acabar errando na mão e o deixando todo empelotado. Apesar de terem receitas que utilizam o pirão exatamente nesse estado, o que é mais buscado pelas famílias é o clássico pirão lisinho, pronto para qualquer acompanhamento. Para evitar isso, basta seguir algumas dicas simples: sempre dissolva a farinha na água previamente, assim o processo ocorrerá de forma mais homogênea, facilitando o resultado final do pirão. Caso você tenha algum problema e o seu prato não fique na consistência desejado, coloque-o no fogo novamente e vá alternando nas quantidades de farinha e de água, sempre mexendo-o com frequência constante para garantir a mistura correta e encontrar o prato perfeito!

Comente abaixo!

Comente abaixo!



Compartilhar no Facebook

Compartilhar no Whatsapp




VEJA ESSE CONTEÚDO ESCOLHIDO PARA VOCÊ: