Compartilhar no Facebook

Compartilhar no Whatsapp




Você sabia que a polenta é uma das maiores influências italianas no Brasil? Venha conhecer muito mais sobre este prato maravilhoso!

História

Não importa em qual lugar do país você esteja: em algum momento já ouviu falar da polenta, ou pelo menos de alguma variação desse prato tão saboroso e importante pra cultura de várias regiões brasileiras, em especial da região sul. De origem italiana, é uma receita que carrega uma história muito relevante, sendo uma herança para a culinária nacional devido a imigrantes italianos.

A polenta é um prato muito simples e feito basicamente de milho, cozinhado lentamente sobre o fogo até a consistência desejada. A polenta remonta da época do Império Romano, onde era feita a partir de farinha de aveia e outros cereais, sendo extremamente saborosa versátil como alimentação para os soldados e a população no geral, especialmente de classes menos abastadas. Após a expansão européia pelo mundo, incorporou-se o cultivo do milho e este passou a ser um dos principais cereais da culinária, sendo adicionado na receita da polenta, a mantendo como prato extremamente relevante para o consumo popular.

No Brasil, mesmo antes da imigração italiana, o “angu” já era um prato muito consumido em algumas regiões, sendo também feito de milho mas servido exclusivamente com consistência líquida ou pastosa. Com a imigração italiana, a receita da polenta foi trazida ao brasil e, a partir de então, iniciou-se diversas novas formas de servi-la, sendo incorporados diferentes caldos e temperos para torná-la uma refeição mais completa: como caldos de carnes, peixes e afins: conquistando o coração dos brasileiros e se difundindo pela América do Sul.

Dicas

  • Uma das principais características da polenta que a torna tão atrativa a todos os gostos é a sua incrível versatilidade: a polenta pode ser servida dura, frita, grelhada, mole, com pão, carnes ou apenas como acompanhamento. É um prato completo e perfeito para qualquer ocasião, não deixe de experimentar todas as suas versões!
  • Para fazer as diferentes consistências da polenta, basta se atentar a quantidade de líquido adicionado à polenta durante o preparo: quanto mais líquido, mais pastosa ela ficará.
  • Aproveite a oportunidade e sinta-se livre para criar a sua polenta como desejar! Uma dica extremamente interessante é adicionar caldo de legumes ou queijo durante o preparo, dando ainda mais sabor a esse prato e criando um visual ainda mais bonito no momento de servi-lo.
  • Quer esquentar a polenta frita no dia anterior? Mergulhe-a em água fervente e a retire após alguns minutos! Ela ficará perfeita como se fosse cozinhada na hora.
  • Não deixe sua polenta encaroçar! Para isso, não adicione a farinha diretamente na água: primeiro dissolva-a na água fria e só em seguida adicione a água quente.
  • Outra excelente dica para a polenta frita é empaná-la em farinha de trigo! Assim ela ficará mais crocante e saborosa do que nunca!
  • Não sabe o que fazer com o parte grossa da polenta que restou no fundo da panela? A solução é tão simples quanto deliciosa: adicione um pouco de leite integral e deixe de molho. Com o tempo, você terá placas de polenta que ficarão perfeitas para sobremesa com um pouquinho de açúcar!

Comente abaixo!

Comente abaixo!



Compartilhar no Facebook

Compartilhar no Whatsapp




VEJA ESSE CONTEÚDO ESCOLHIDO PARA VOCÊ: